domingo, 28 de outubro de 2012

Quando o silêncio começa a fazer remoinhos em ruídos...é o tempo das palavras se soltarem...desfiarem uma a uma sem que nada as faça parar...num quer de força e poder ao qual se poderá chamar liberdade...de exprimir o sentir...se elas ferirem é porque há um alvo que sem saber elas foram atingir!

Sem comentários:

Enviar um comentário