quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Há uma construção constante em cada gesto que a mão alimenta!

Sem comentários:

Enviar um comentário