terça-feira, 18 de dezembro de 2012

De vez em quando gosto de parar...olhar para trás...soprar o pó das páginas...não para lamentar mas para interpretar o caminho seguinte...são breves instantes contudo de imensa importância para inspirar novos pedaços e largar outros que nada contém apenas o peso que a alma não tolera...Avanço!

Sem comentários:

Enviar um comentário