quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Na partida com o Inverno em faúlhas quentes...os ramos das árvores secos...as viagens retomam a realidade de uma utopia alcançada...a partir de um sonho nada fica por desvendar! 

Sem comentários:

Enviar um comentário