quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012


Aquilo que de facto me é aprazível…é escrever e nas palavras descodificar as vãs licenças da vida…o maior deleite é entregar o que sou ao meu semelhante!


Sem comentários:

Enviar um comentário