terça-feira, 13 de novembro de 2012

A lua também sonha no pavio dos dias que dormem sem sono...nas frestas das estrelas brilha mais intenso o sonho da ilusão descoberta no despertar ameno das pestanas ruivas de Invernos!

Sem comentários:

Enviar um comentário