sábado, 24 de novembro de 2012

Chove lá fora...no silêncio o sol brilha...crepita novas fontes de amoras frescas recolhidas no caminho empoeirado do Verão...e neste Inverno outonal nada mais é ténue nos cristais da luz do meu âmbar!

Sem comentários:

Enviar um comentário