sábado, 3 de novembro de 2012

E quando há uma explosão de sentires o que se pode dizer...nada...uma lágrima no olho...um sorriso rasgado...um olhar de gratidão numa imensidão onde o nada é o bastante!

Sem comentários:

Enviar um comentário